sexta-feira, 10 de julho de 2009

O CONVITE...


Essa não aconteceu comigo, mas como a história é real, acho que se enquadra bem no espírito do blog ... No fim das contas, é bom saber que coisas que acontecem com gente estranha, não acontecem só comigo...
.
.
.
Daniela e Vanessa adoram a balada eletrônica gay. Segundo elas, é a melhor balada para se dançar, ninguém fica perturbando querendo pegar e elas sempre fazem amizades.
.
Essa era uma daquelas noites em que as duas saiam para se acabar na festa. Faziam isso eventualmente, quando realmente estavam muito animadas para dançar. Musica eletrônica bombando e muita vodka. Depois de 5 horas de festa e 3000 calorias evaporadas do corpo, elas decidem ir pra casa. Antes de entrar no carro, uma paradinha para repor as energias, no carrinho de cachorro quente estacionado na frente a boate.
.
Cabelos desgrenhados, maquiagem borrada e um cachorro quente nas mãos eram a definição de uma noite perfeita.
.
Entre uma mordida e outra no pão com salsicha (E Deus sabe o que mais pode deixar aquilo tão saboroso), elas sorriam e comentavam sobre o fim de noite. Foi nesse momento que se aproximou um desses bombadinhos de cabelos empastados de gel.
.
Ele usava uma camiseta rosa com os inscritos "DOLCE & CABANA". A camisa era tão apertada que se estranhava a cabeça dele não estar roxa e os olhos esbugalhados, já que era cientificamente impossível alguém poder respirar normalmente usando aquilo.
.
A calça jeans apertada que parecia ter sido costurada no corpo que somado ao tênis de couro branco, impecável, definiam o visual do rapaz que parecia uma versão gigante do boneco do KEN, (marido da boneca barbie, famoso pelo escândalo sexual envolvendo 2 playmobils de 2001).
.
Ele se aproximou do carrinho de cachorro quente. Elas se entreolham, mas nada dizem. O andróide vestindo "DOLTCHEGABANA" olha para as duas e se aproxima com um sorriso largo e malicioso:
.
- E AI GATAS! - disse ele abafando - Vocês estão demais hein? Duas lindas assim como vocês e eu não preciso de mais nada. O que vocês acham da gente ir lá para casa fazer uma HOMENAGEM A TROÍS?..."
.
Entre tosse o som do engasgar, lágrimas e o som de risadas por 2horas e 35 minutos, uma delas consegue verbalizar com dificuldade:
.
- Mas.. COF! COF! Mas (hehe) quem diabos é esse TROÁ (TROIS) que merece tanta homenagem?

E continuram as gargalhadas...
.
.
O andróide se afastou discretamente e voltou ao seu planeta sem entender muito bem onde foi que ele tinha errado..
.
.

Isso é que é uma "balada sexy"..

2 comentários:

Sayo disse...

Eron, vc é uma figura!
Nem vou mais falar "Vamos marcar algo. Estou com saudade!"
Beijos

nati disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
você tira tudo isso da sua cabeça???
como pode?